terça-feira, 10 de novembro de 2015

Construção do Atibaia Clube da Montanha


Conheci os irmãos Bobadilha, O Sr. Izer Eugenio Bobadilha e o Sr. Ibero Bobadilha com o Sr. Ricardo Saboya Aragão, 3 espanhóis, quando eu tinha 10 anos, lembro que eles conversavam com meu pai e eu ficava escutando, ainda me lembro da conversa deles, sempre ensinando e passando muito conhecimento e confiança para a gente. Dos 13 anos para frente tive o privilégio de trabalhar perto deles ajudando a construir um clube em uma área de mais de 1 milhão de m², um lugar que não tinha nada nem estrada só pasto com pedras e capim barba de bode, terra ruim mesmo, terra lavada só pedregulheiro. Um clube com um lago que foi construído com quase 1 Km de comprimento, um restaurante que ficou bem de frente com o lago, a quadra de tênis, campo de futebol, raia de bocha, piscina natural, bar de quadra e bar da piscina, a sauna que aproveitou a ducha do próprio lago, berçário, vários lagos menores, pista de cooper, uma estrada que leva até o pico de uma pedra que em noites bem limpa da para avistar 5 cidades.
Posso falar que esses 3 homens, que me ensinaram a trabalhar e produzir, não só a mim mas ensinaram e influenciaram uma região inteira que hoje tem muitos engenheiros, arquitetos, geólogos, paisagistas e muitas empresas onde as vezes os proprietários nem estudo tem. Eles ensinavam a trabalhar e passavam confiança para a gente e sei que um pouco do que Atibaia é hoje se deve a esses 3 homens.

Confira o restante da história no final desse blog!


Construção do lago com os muros de pedra com a execução do paisagismo.



Construção do lago com os muros de pedra, a barragem com o paredão de concreto com as escadas de pedra e a execução do paisagismo natural.



No próprio ladrão d'água, do lago, executamos os muros de pedra com a ducha d'água que sai do lago e cai junto as pedras.



Execução de lagos menores com os muros de pedra e bancos de pedra com execução do paisagismo. Todas essas árvores nativas, bem como a forração nativa, foram plantadas.



Construção de lagos menores com execução dos muros de pedra, a ponte de pedra e o reflorestamento de mata nativa.



Construção da sauna com parede de pedra. O teto e a laje foram executados com teto de pedra com o jardim suspenso em cima com os muros de pedra.



No percurso do rio foram executado a construção dos lagos menores com muitas quedas d'água, muros de pedra e execução do reflorestamento nativo com muitas bromélias plantadas nas pedras, filodendros e mutias forrações rasteiras.



A execução da piscina natural de pedra foi em cima de uma grande pedra aproveitando o próprio riacho executou os muros de pedra onde ficou a cascata da piscina e em baixo o piso de pedra com cacão de São Carlos e a execução do paisagismo natural. Do para-peito da piscina é possível admirar o por do sol a 50 Km de distância.



Construção da piscina em cima da pedra aproveitando o próprio riacho, os muros de pedra, a cascata da piscina com o piso do passeio da piscina com chapas de pedra moledo.



Construção das ruas do condomínio com calçamento com pedra moledo com a execução dos muros de pedra com a execução do reflorestamento nativo, isso a mais de 50 anos.



Execução dos caminhos com pedra com pedregulho do rio do restaurante até a quadra de tênis e o campo de futebol, construção do lago e a execução do paisagismo.



Execução dos caminhos de pedra moledo que circula por todo o bosque, execução dos pilares de pedra para colocação dos lampiões e execução do reflorestamento com mata nativa, isso a quase 50 anos.



Execução do calçamento de pedra moledo das ruas do condomínio com os muros de pedra com a execução do paisagismo.



Nessa parte da rua do condomínio foram executadas 4 faixas de piso de concreto em uma rua de pouco acesso com os muros de pedra e a execução do paisagismo.



Nessa área reservada, com 10 mil m², foi executada a capela de pedra com os muros de pedra, os caminhos de pedra e a execução do reflorestamento com mata nativa em volta pois a área estava toda degradada.



Área interna da construção do chalé de pedra com a lareira de pedra no fundo onde funcionou o primeiro restaurante do Atibaia Clube da Montanha, hoje onde funciona o bar da piscina.



Construção do chalé de pedra com pedra folheta onde fizemos o primeiro restaurante do Atibaia Clube da Montanha, hoje onde funciona o bar da piscina com as escadas de pedra, os pilares de pedra com o quiosque de sape e a execução do paisagismo em todas as partes da entrada do chalé foram executada as paredes de pedra com pedra folheta de tom cinza escuro.



Construção da área de lazer do Atibaia Clube da Montanha junto a quadra de tênis com o campo de futebol com os caminhos de pedra, os muros de pedra e os bancos de pedra com execução do paisagismo.



Na área de lazer do Atibaia Clube da Montanha, junto a construção do algo, os caminhos de pedra, a torre de pedra, os pilares de pedra com os lampiões, as escadas de pedra e a execução do paisagismo.



Na área reflorestada, o bosque e uma área de lazer, os caminhos de pedra, os muros de pedra, as escadas de pedra, os pilares de pedra com os lampiões, o riacho com a construção de pequenos lagos com a execução do paisagismo.



Detalhe desse conjunto com a construção do restaurante que ficou de frente com o lago com as escadas de pedra, os caminhos de pedra, os muros de pedra e a execução do paisagismo.



Nesse espaço, também da área de lazer, foram executados vários platôs com as escadas de pedra rústica com os muros de pedra rústica com a execução do paisagismo.



Nessa parte da área de lazer foi executada a torre de pedra com os paredes de pedra e a execução do paisagismo.



Execução da barragem com terra para a construção do lago com 1 km de comprimento com a execução dos muros de pedra rústica com a execução do paisagismo.



Parte da área de lazer, que era um pasto com capim barba de bode, onde foi reflorestada e executada a construção da piscina com os muros de pedra rústica, os caminhos de pedra e a execução do paisagismo.



Construção da piscina em cima de uma grande pedra, execução dos muros de pedra com as escadas de pedra com o passeio da piscina de piso com pedra rústica e a execução do paisagismo.



Detalhe dos muros de pedra com as escadas de pedra e a execução do paisagismo com as mudas de hortências.



Detalhe da construção da piscina com as escadas de pedra rústica e a construção do chalé de pedra com o paisagismo.



Execução da quadra de tênis de saibro com muro de pedra e o paisagismo.



Na área de lazer os caminhos de pedra do rio, os muros de pedra rústica e as escadas de pedras rústica.



Na área de lazer do condomínio em Atibaia Clube da Montanha as escadas de pedra rústica, os caminhos de pedra com pedregulho do rio com os muros de pedra rústica.



Execução do caminho de pedra com pedregulho do rio.



Na área de lazer do condomínio em Atibaia Clube da Montanha, junto a quadra de tênis, os caminhos de pedra com os muros de pedra e os bancos de pedra.



Na área de lazer do condomínio em Atibaia Clube da Montanha os caminhos de pedra rústica com os muros de pedra rústica com os bancos de pedra com a execução do paisagismo.



Execução da quadra de tênis no condomínio em Atibaia Clube da Montanha com os caminhos de pedra com pedregulho do rio, os caminhos com pedra folheta com os muros de pedra rústica.



Um pequeno detalhe com pedra para poder plantar as mudas de bromélias.



Um pequeno detalhe com pedra para poder plantar as mudas de bromélias.



Parede de pedra rústica com os caminhos de pedra com pedregulho do rio com a execução do paisagismo.



Na área de lazer do condomínio em Atibaia Clube da Montanha a construção dos lagos com os caminhos de pedra com pedregulho de rio e os muros de pedra rústica com a execução do paisagismo.



Na área de lazer do condomínio em Atibaia-SP a construção do lago com os caminhos de pedra com pedregulho do rio com os muros de pedra rústica.



Nessa área de lazer do condomínio Atibaia Clube da Montanha na construção do lago com quase 1 km de comprimento, de um lado ficaram as quadras de tênis e o campo de futebol com a execução do restaurante. Como a construção da residência e desse lado a preservação total da mata com alguma parte que foi até reflorestada, isso a mais de 50 anos, um lugar lindo.



Execução da torre de pedra com pedra folheta com os caminhos de pedra e a execução do paisagismo e do reflorestamento da área de lazer do condomínio em Atibaia Clube da Montanha.



Execução do paisagismo e do reflorestamento com árvores nativas e da preservação na área de lazer no condomínio Atibaia Clube da Montanha.



Execução do paisagismo e do reflorestamento com árvores nativas e da preservação na área de lazer no condomínio Atibaia Clube da Montanha.



Execução do caminho de pedra com pedregulho do rio com a construção do lago com os muros de pedra e a execução do paisagismo e do reflorestamento com árvores nativas e da preservação na área de lazer no condomínio Atibaia Clube da Montanha.



Execução das obras com o conhecimento e a criatividade desses 3 homens, o entusiasmo, a confiança que eles passavam nunca vi igual, coisa impressionante pegar um terreno de chão lavrado e fazer tudo isso sem nenhum projeto nem tão pouco planta de execução elétrica, hidráulica, planta de estrutura ou paisagismo, nada, nem um detalhe em papel, o máximo que fazia era riscar no chão. Eles iam andando e o trator vinha atrás, ia escavando o lugar da estrada ali na hora, se tinha uma árvore ou desviava dela ou deixava ela no meio e passava um carro de cada lado e já ia escavando os lugares da obra, executando platôs, ajeitando os rios, fazendo pequenas cachoeiras e caminhos, mandaram fazer um viveiro de plantas para ali mesmo ir fazendo as mudas. milhares de mudas iam se formando, azaléias, hortências, filodendros, costela de adão, dracena, e as mudas de árvores, ipês, quaresmeiras e árvores nativas da região. Mutias áreas reflorestadas, árvore plantada isolada encostado com pedras grandes, plantava 2 ou 3 árvores para fazer sombra na pedra. O terreno seco ia se tornando úmido. Filodendros, costela de adão em cima das pedras que iam se criando até os musgos e grama eram plantados, tudo de mudinha. Mandaram fazer vérios buracos de 2 x 2 m de profundidade e toda a grama que era cortada, galhos e folhas de árvore eram todas jogadas ali, ficava um tempo e virava esterco e colocava ou no viveiro de planta ou na horta ou nas covas que iam fazendo, não se queimava nada.
Sr. Bobadilha chegava para o turno bem cedo e falava: você gosta de trabalhar com o quê? Se fosse carpir então levava a enxada, para roçar capim então levava a foice, varrer então levava a vassoura, plantar grama então vai plantar grama. Para ele o funcionário fazendo o que gostava rendia mais, dava mais produção e fazia mais bem feito. Ainda lembro da turma com a enxada na mão, marreta e colher de pedreiro e eles falando como isso ia ficar bom e bonito e ficou essa relíquia que é até hoje. muito bem cuidado. Depois de tudo isso a gente entende que da para fazer a obra e não danificar a natureza e ainda conservar ela. Essas áreas que forma reflorestadas, mantidas e cuidadas para que o fogo não destruísse, hoje são verdadeira matas que chegam a mais de 1 milhão de m². As vezes não entendo o porque em um braço de rua sem saída que não da 100 m que sai de uma avenida principal dentro de um condomínio tem que ser tão larga e não deixar espaço para plantar árvores.

3 comentários:

  1. Parabéns!
    Bizzarri
    Lindo trabalho!Agradeço citar o nome do meu querido pai: Izer Eugênio Bobadilha que te admirava muito como homem e profissional
    competente.

    Maria da Graça Bobadilha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelos elogios! Foi sorte e privilégio estar perto do seu pai por quase 50 anos! Aprendi muito com ele!

      Excluir
  2. Belíssima história com final feliz ... para todos...

    ResponderExcluir